Cine Clown

Mostra de filmes de palhaçaria e comicidade.

Os filmes serão exibidos gratuitamente no Cine Cultura, na praça cívica, no dia 21 de junho, com sessões às 15h. Bate-papo às 17h00.

No sábado, dia 25 de junho, durante o encerramento, teremos exibição de filmes mudos, das 16h às 00h. As exibições destes filmes ocorrerão concomitantemente com o mercado de bobagens, palco aberto e shows de encerramento numa proposta visual de integração com a arquitetura do evento.


Cine Cultura

Centro Cultural Marieta Telles Machado
Praça Doutor Pedro Ludovico Teixeira (Praça Cívica), n. 2
Setor Central, Goiânia, GO
CEP: 74003-010


 

PROGRAMAÇÃO

Dia 21 de junho, às 15h

HOTXUÁ

Documentário sobre a tribo indígena krahô que marca a estreia na direção da atriz Letícia Sabatella e do artista plástico e cenógrafo Gringo Cardia.

O filme é um registro poético sobre a tribo indígena krahô, um povo sorridente que designa um sacerdote do riso, o hotxuá, para fortalecer e unir o grupo através da alegria, do abraço e da conversa. Acompanhando o dia-a-dia da aldeia no Norte do Brasil, o filme colhe depoimentos dos índios, em sua língua nativa e em português. Eles falam sobre as crenças e o estilo de vida que sustentam e mantêm essa sociedade feliz cuja concepção de mundo é o equilíbrio entre forças opostas e o respeito à diversidade.


HOTXUÁ (2012)
Direção: Letícia Sabatella e Gringo Cardia
Assessoria Indigenista: Fernando Schiavnni e Ulysses Monteiro
Duração: 70 minutos (documentário)


ASSISTA O TRAILLER

21 de junho, às 16h30

MINHA AVÓ ERA PALHAÇO

O documentário conta a trajetória artística de Dona Maria Eliza Alves dos Reis, a primeira palhaça negra do Brasil.

Impossível não perceber, mesmo que por telefone, o orgulho e entusiasmo que Mariana Gabriel se refere a sua avó. Cada uma de minhas curiosas perguntas sobre essa pessoa fantástica que foi Dona Maria Eliza, a primeira palhaça negra do Brasil, eram respondidas com o mesmo brilho e amor.

“Minha Avó Era Palhaço!” é dirigido por Ana Minehira e Mariana Gabriel. O filme será lançado hoje, no Cine Arte do Conjunto Nacional em São Paulo.

O filme de 50 minutos tem esse nome porque, na verdade, Maria Eliza se apresentava como “Xamego”, palhaço homem, no início da década de 40 e era a grande atração do Circo Guarany.

Esse projeto é um dos resultados do prêmio Funarte Caixa Carequinha de fomento ao circo na categoria pesquisa de 2014.


MINHA AVÓ ERA PALHAÇO (2016)
Direção e Roteiro: Mariana Gabriel e Ana Minehira
Produção e pesquisa: Daise Gabriel, Roberto Salim Gabriel e Mariana
Direção de Fotografia: Thyago Ribeiro, Rui Ogawa, Rafael Reis e Caio
Montagem: Paulo Henrique Motta e Guga Pacheco
Finalização: Guga Pacheco
Trilha Sonora: Geórgia Cynara
Duração: 52 minutos (documentário)


ASSISTA O TRAILLER

21 de junho, às 17h

BATE-PAPO COM DIRETORAS

Bate-papo com as diretoras Leticia Sabatella (SP) e Mariana Gabriel (SP)


21 de junho |a partir das 15h

Cine Cultura - Praça Cívica